Apesar de ainda não ter havido um estudo rigoroso, da n/ parte sobre as raízes da n/ Associação, sabemos que desde o inicio do século até ao momento em que o Espíritismo foi silenciado em Portugal, existiu o “Centro Espírita de Braga”, proprietário de uma empresa literária – Luz e Caridade, que editou ao longo de vários anos, uma revista com o mesmo nome.

A n/ biblioteca possui imensos números da citada revista, desde o mais antigo que conseguimos recolher – Junho de 1923 (ano 7º) até ao mais actual – Julho de 1963 (ano 47º).

Precisamos de esclarecer e averiguar se durante os anos mais dificeis do regime Salazarista, em que o Centro Espírita de Braga encerrou a sua actividade, até ao pós 25 de Abril, se a transição foi feita ainda que clandestinamente, ou se são duas Associações completamente independentes.

De qualquer forma a associação instala-se nas atuais instalações em janeiro de 1982, depois dos seus elementos fundadores percorrerem alguns espaços particulares dos próprios.

Em 1983 forma-se uma comissão instaladora que se tornaria fundadora oficial da Associação 2 anos depois.

Em 23 de março de 1985 oficializa-se o processo e nasce assim aquela que foi a Associação Espírita Luz e Caridade em homenagem à revista que a Centro Espírita de Braga manteve durante grande parte do séc. XX.

A Associação estabelece como prioridade a divulgação do espiritismo atitude que se mantém até aos dias de hoje. As palestras, os cursos e a evangelização Infanto-juvenil constituem-se como as principais prioridades da Associação.

Integra-se imediatamente no movimento espírita português e participa das variedades actividades que se realizam de norte a sul de Portugal.

Organiza em outubro de 1990 o VIII Encontro Nacional de Jovens Espíritas em parceria com a Associação Luz no Caminho, também de Braga.

Nos anos de 1990 promove dois concursos de fotografia sob temática espírita com a parceria do Instituto Português da Juventude.

Na década de 2000 altera o seu nome para Associação Sociocultural espírita de Braga.

Organiza nesta década duas Jornadas Espíritas de Braga.

Em 2008 tutoriza uma aluna de medicina da Universidade do Minho, a convite da UM, que faz um trabalho em que procura a relação entre Medicina e Mediunidade.

Disponibiliza desde sempre colaboração com várias associações do norte de Portugal com palestrantes e com a implementação do Curso Básico de Espiritismo, entretanto colocado também ao dispor da ADEP – Associação de Divulgadores de Espiritismo de Portugal, do qual faz ampla divulgação a nível mundial na internet. Neste momento colabora de perto com a Associação Caminheiros do Amor de Braga e com a associação Momentos de Sabedoria de Barcelos.

De realçar que foi a ASEB que trouxe para Portugal o Curso Básico de Espiritismo, que inicialmente se chamava Programa Báscio da Doutrina Espírita que vai hoje na sua 30ª edição e que se encontra a ser ministrado em várias associações do país e na ADEP na internet. Também é pioneira na educação teórica e prática de médiuns a nível nacional ministrando há perto de 30 anos o Curso de Educação da Mediunidade.

Neste momento e desde 2010 está a implementar um novo curso de Espiritismo ao qual deu o nome de Curso Complementar de Espiritismo. Está numa fase piloto com a sua 2ª turma e pretende ser um curso mais aprofundado de Espiritismo para quem ja fez o Curso Básico que terá uma duração entre os 3 e 4 anos.

Este o passado e o presente da nossa Associação. O futuro pertencerá aos que quiserem.